A criança e a tecnologia

Paula“A tecnologia oferece recursos que facilitam nossa vida em muitos aspectos, porém, por outro lado, ela desperta a preocupação dos pais em relação ao modo como seus filhos têm utilizado a grande variedade de recursos que a internet, os jogos e os celulares oferecem”

Por Paula Melgaço

(Psicóloga da Clínica Base,  Especialista em Relações Internacionais, Especialista em Psicanálise com Crianças e Adolescentes pela PUC-MG e Mestranda em Psicologia na PUC-MG. Referência da Clínica Base em projetos relacionados à adolescência e à tecnologia/mundo virtual)

É inegável que a tecnologia faz parte da rotina da família moderna, afinal 6,39 bilhões de seres humanos já possuem um telefone celular com acesso à internet. Tablets, celulares, vídeos games, internet…são alguns dos objetos que vemos no dia-a-dia das crianças modernas.

A tecnologia oferece recursos que facilitam nossa vida em muitos aspectos, porém, por outro lado, ela desperta a preocupação dos pais em relação ao modo como seus filhos têm utilizado a grande variedade de recursos que a internet, os jogos e os celulares oferecem. Como lidar com a entrada de nossos filhos nas redes sociais? Como regular o tempo que eles passam conectados? Essas são algumas perguntas que perpassam o cotidiano das famílias.

Uma das soluções que tem sido discutida é a cidadania digital. Nas palavras de Patrícia Peck Pinheiro, uma das estudiosas do assunto, “Quando aprendemos a usar o telefone fixo, a maioria de nós foi ensinada a não falar com estranhos e não passar informação da família. Com relação ao automóvel também somos advertidos dos riscos. Porque, então, quando se trata de computador não há orientação?”. Muitas vezes, oferecemos um celular ou um tablet para as crianças, contudo nos esquecemos de que a função de educar e de orientar também abrange esses recursos: explicar que não se deve expor a imagem nas redes sociais, que as relações virtuais devem ser estabelecidas com cuidado e estimar atividades que não envolvam as tecnologias digitais são questões essenciais para serem debatidas com as crianças.

A ideia geral da cidadania digital está relacionada, portanto, ao acompanhamento da rotina digital dos filhos desde seu início com o intuito de ensiná-los como usar os recursos tecnológicos digitais da melhor forma possível, além de alertá-los quanto aos perigos existentes na internet. Trata-se de ensinar as crianças a serem cidadãs responsáveis também no mundo virtual, fazendo uso dos recursos tecnológicos de forma construtiva.

Fonte:

ABREU, C.; EISENTEN, E.; ESTEFON; S. Vivendo esse mundo digital- impactos na saúde, na educação e nos comportamentos sociais, 2013.

 

logo

Sobre a Clinica Base

Localizado na Rua Alagoas, 1460, sala 801, Funcionários Belo Horizonte/MG – 30130.160

Contatos:contato@clinicabase.com e/ou paula@clinicabase.com

 

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário em “A criança e a tecnologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s