Imagina só!

unnamed (37)Por Luiza Pinheiro: sócia da Clínica Base, graduada em Pedagogia pela UFMG, Especialista em Psicanálise com Crianças e Adolescentes pela PUC-MG, Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela UEMG, e Mestranda em Psicologia pela UFMG. Referência da Clínica Base em projetos relacionados à infância (www.clinicabase.com)

O mundo, hoje, apresenta muitas facilidades para adultos e crianças. Os objetos e tecnologias estão cada vez mais cheios de recursos para facilitar seu manejo. Nessa descrição encaixam-se, também, os brinquedos mais vendidos pelas grandes lojas. Tais artefatos não deixam espaço nem para a imaginação, tão importante para o desenvolvimento dos processos simbólicos das crianças.

Hoje a criança não precisa mais imaginar um nome para as bonecas – elas já vêm com um escrito na caixa – não precisa mais imaginar a voz que aquela boneca teria se fosse de verdade – ela fala, já tem uma voz – não precisa imaginar o que a boneca falaria – ela já vem com frases prontas. Tudo é muito cheio de recursos, de cores e de sons. Será que sem isso não despertariam o interesse dos pequenos? Será que as crianças hoje já não são mais capazes de imaginar como há alguns anos?

As crianças podem criar suas próprias histórias e seus próprios meios de ver o mundo e viver nele, só precisam ter espaço para isso. Quando o brinquedo não deixa espaço para a criatividade e para a criação é mais difícil pensar nas diferentes possibilidades que ele pode oferecer. Uma boneca só assume um papel, uma personalidade, e uma função, e dificilmente pode ter outro nome em uma brincadeira diferente, ou desempenhar outra função, etc.

Portanto é importante pensar na escolha dos brinquedos levando em consideração outros fatores além de qual brinquedo faz mais sucesso na escola dos nossos filhos. As possibilidades educativas de cada brinquedo são importantíssimas, já que grande parte do tempo das crianças é – e deve ser – passado em brincadeiras.

CLINICA BASE

contato@clinicabase.com

Rua Alagoas, 1460, sala 801 – Funcionários

Belo Horizonte/MG – CEP 30130-160

Anúncios