A Agressividade da Criança

unnamed (37)“Ao lidar com esse comportamento é essencial que os pais e a escola tentem compreender a angústia da criança para encontrar a melhor forma de orientá-la e acalmá-la. Mesmo que ela ainda não fale ou compreenda tudo, é importante falar com ela e dizer suas hipóteses até que ela possa encontrar alívio ao ver que você a compreendeu e traduziu em palavras as emoções que a perturbavam”

Por Luiza Pinheiro

(Graduada em Pedagogia pela UFMG, Especialista em Psicanálise com Crianças e Adolescentes pela PUC-MG, Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela UEMG e Mestranda em Psicologia pela UFMG. Referência da Clínica Base em projetos relacionados à infância)

Há um momento da infância em que algumas crianças se tornam agressivas em determinados ambientes ou situações, o que muitas vezes surpreende os pais. Como meu filho, essa criança tão doce e carinhosa, pode morder e bater nos colegas de escola?

Como meu filho, criado com tanto amor, pode empurrar e machucar o irmão, e às vezes até direcionar essa agressividade para nós, que somos seus pais? Será que meu filho tem algum tipo de problema psicológico? Essas são algumas das questões que surgem no ambiente familiar e fazem os pais se perguntarem de onde vem a agressividade das crianças.

Bom, a agressão tem duas origens distintas, pode ser a reação direta ou indireta a algum tipo de frustração, mas por outro lado, é, também, apenas umas das muitas fontes de energia de um indivíduo. Todas as crianças têm cargas e impulsos agressivos e encontram caminhos diferentes para expressá-los, algumas se tornam agressivas e outras não.

Ao lidar com esse comportamento é essencial que os pais e a escola tentem compreender a angústia da criança para encontrar a melhor forma de orientá-la e acalmá-la. Mesmo que ela ainda não fale ou compreenda tudo, é importante falar com ela e dizer suas hipóteses até que ela possa encontrar alívio ao ver que você a compreendeu e traduziu em palavras as emoções que a perturbavam. No momento de tentar controlar a agressividade devemos ter cuidado, para não estimular o comportamento agressivo. Se a criança já é agressiva o ideal é tentar conversar e explicar que há outras formas de lidar com os sentimentos negativos. Quando as crianças já falam é importante orientá-las a comunicar os sentimentos bons ou ruins através da fala, e para todas as faixas etárias, as atividades físicas e artísticas são ótimos recursos para amenizar a agressividade.

As relações das crianças podem ser conflituosas devido a uma série de fatores especialmente com o início da vida escolar em que elas têm de aprender como se relacionar com outras crianças de sua idade e como dividir os brinquedos e a atenção dos adultos. Assim, a agressão na primeira infância está ligada ao estabelecimento da distinção entre quem sou eu e quem é o outro, o que é meu e o que é do outro, o que cabe a mim e o que cabe ao outro, etc.

Sabendo que a agressividade é algo natural e comum a todas as pessoas, podemos entender as primeiras manifestações agressivas do individuo como impulsos naturais que podem representar os primeiros passos para a exploração do mundo e das relações sociais, e a partir disso tratar com maior tranquilidade os impulsos das crianças e tentar compreender a confusão de sentimentos pela qual elas devem estar passando. A ajuda dos adultos para compreender e saber lidar com os novos sentimentos é muito importante para as crianças durante todo o seu processo de desenvolvimento.

logo

Sobre a Clinica Base

Localizado na Rua Alagoas, 1460, sala 801, Funcionários Belo Horizonte/MG – 30130.160

Contatos:contato@clinicabase.com e/ou paula@clinicabase.com

Anúncios

Um comentário em “A Agressividade da Criança

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s