Geografia e a Copa do mundo, o que uma tem haver com a outra?

profgeo“Fazendo o intercâmbio do futebol um assunto que agrada muito a garotada ao ensino da geografia é possível conquistar ótimos resultados!”

Janayna Cruz é licenciada em Geografia,

Pós graduada em gestão ambiental e Professora nas escolas, NIPTEC, NOVA OLINDA, SESI, além de Professora de geografia do Espaço COEENE.

Vamos aproveitar o clima de copa do mundo e estudar um pouquinho?

A Copa do Mundo realizada no nosso País é dos dois maiores eventos esportivos do mundo (logo teremos o outro as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016), estes eventos proporcionam diversas oportunidades aos brasileiros diversos setores. Entre eles, se destacam a geração de empregos, aprendizagem de outros idiomas, melhorias na infraestrutura. Contudo, não posso deixar de enfatizar os danos causados pelas desapropriações forçadas das casas e comércios, transtornos no trânsito, gastos de recursos públicos desnecessários, principalmente em estádios de futebol em detrimento de outras antigas prioridades, como melhoria da saúde, educação, segurança pública, saneamento, habitação e mobilidade urbana. Trata-se de uma excelente oportunidade para os brasileiros conhecerem as diferentes regiões do País, que tem dimensão continental. E por ser tão grande, tem variadas características geográficas: clima, vegetação e relevo diversificam bastante dependendo da região.

Eis que também surge uma oportunidade para os professores de geografia e seus alunos. Fazendo o intercâmbio do futebol um assunto que agrada muito a garotada ao ensino da geografia é possível conquistar ótimos resultados! Como a Copa do Mundo de 2014 tiveram jogos em cidades de diferentes regiões brasileiras, os aspectos geográficos das regiões são um prato cheio para estudar a Geografia do nosso país. Podendo se realizar um comparativo da temperatura, clima, vegetação, relevo, economia, das cidades sedes do evento futebolístico. Através deste entretenimento é possível despertar no aluno, através do auxilio de mapas que Manaus (AM), está na Amazônia, a maior floresta tropical do mundo. Estudando a população das cidades, constatarão que o município de Belo Horizonte ocupa hoje a 6a posição entre as sedes, porém a sua região metropolitana continua sendo a 3a maior do Brasil com mais de cinco milhões de habitantes, surgindo à necessidade do planejamento urbano. Analisando a escolha de Cuiabá (MT), como uma sede, e que tradicionalmente não está entre as principais cidades do futebol brasileiro, depreende-se que o Pantanal mato-grossense, a maior planície de inundação do mundo e um dos mais valiosos patrimônios naturais do Brasil, foi fator determinante para a escolha da cidade.

Enfim, também os estados das cidades sedes podem ser objetos de estudos, abordando suas histórias, outras cidades importantes, bacias hidrográficas, culturas, curiosidades e, claro, os estádios, principais palcos do grandioso evento.

Coeene

Sobre o Coeene (Centro de Orientação Educacional e Estudos Norte Educação)

Localizado na Avenida Beberibe, nº 3530, Espaço Cultural – Condomínio João Paulo II – Cajueiro – Recife/PE

Fone: (081) 9558-3600, (081) 8431-9274 e (081) 8526-0760

Endereço Fan Page: 

https://www.facebook.com/pages/Coeene/1445623372325816?fref=ts

 

Um comentário em “Geografia e a Copa do mundo, o que uma tem haver com a outra?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s