Quando o meu filho tem pesadelos.

Seu filho acorda no meio da madrugada, chorando, completamente assustado… E agora??? O que fazer?? Não há com o que se preocupar, provavelmente ele teve um pesadelo. Na infância, os “sonhos maus” são normais e, em princípio, não é necessário preocupar-se. Em torno dos 03 aos 06 anos, os pequenos geralmente, correm para o quarto dos pais, onde se sentem mais seguros.

Quando ficam maiores, já são capazes de entender que apenas tiveram um sonho ruim e voltam a dormir. Até os bebês, estão sujeitos a ter pesadelos a partir dos seis meses. O primeiro passo, é avaliar a situação e ver com que frequência, acontece, para então buscar a solução.

Afinal, o que é um pesadelo? Pesadelo é um sonho assustador que pode se apresentar das mais variadas formas. Para a criança, pode ganhar a forma de algo que ela tenha pavor, como monstros, bichos e quedas. Embora as crianças possam a vir ter pesadelos a qualquer hora da noite, à medida que crescem, os sonhos maus ocorrem mais perto do amanhecer, assim como os adultos.

Todos nós, usamos sonhos e pesadelos para lidar com estresse, ajustes e pressões. Eles devem ser encarados como um termômetro, que servem para dar vazão aos medos, inseguranças, situações de conflitos, angústia e ansiedade.

Agora, se esses pesadelos continuar com frequência, cabe os pais procurar saber o que anda acontecendo. Pois nesse caso,  os pesadelos podem ser o reflexo do sofrimento psíquico do pequeno, resultando em insônia e alimentando a insegurança e ansiedade da criança. Os pais devem averiguar, então, se o ambiente familiar está tenso ou se falta atenção ao filho. Crianças inseridas em uma rotina repressora e conflituosa tendem a descarregar nos sonhos todos os seus problemas, que acabam sendo uma válvula de escape no inconsciente, informando que algo não está bem. Diálogo e observação são fundamentais, porém, se o temor do pequeno interferir nas suas atividades durante o dia, o procedimento mais indicado é procurar um profissional da área.

 

FONTE:

http://brasil.babycenter.com/a3400236/pesadelos-1-a-3-anos

http://guiadobebe.uol.com.br/ate-que-ponto-os-pesadelos-sao-normais/

 

 

Anúncios

2 comentários em “Quando o meu filho tem pesadelos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s