A alimentação do bebê

Baby1[1]A maioria das minhas amigas que estão grávidas pela primeira vez e que trabalham, sempre me perguntam como foi que fiz com Marcelo. Já que, ao voltar a trabalhar, não introduzi o leite artificial. Sim, voltei a trabalhar, Marcelo tinha 05 meses e só veio tomar uma mamadeira por dia de leite artificial quando tinha 07 meses e quando eu chegava, era só peito (Ele mamou até 01 ano).

Um mês antes de voltar a trabalhar, minha maior preocupação também era essa. Como fazer com que ele se alimente, na minha ausência sem precisar de leite artificial e indo além das mamadeiras com leite materno (Eu também tirava o leite e congelava). Tive uma longa conversa com a pediatra (minha segunda mãe e confidente) e estabelecemos algumas receitinhas que ele iria comer, aos poucos, para ver como seria a sua aceitação.

Confesso que nunca tive problema com Marcelo em relação a alimentação, graças a Deus sempre foi uma criança comilona e quase não rejeitava comida (hehe 😀 orgulhosa). A primeira coisa que a pediatra introduziu em sua alimentação foram os sucos e só com 03 tipos de frutas: melão, mamão e melancia. Sim, não foi a tão falada laranja mimo. Ela me explicou que a introdução de alimentos deve ser feita em pequenas quantidades e com critério para observar possíveis reações alérgicas.

Segue à baixo, algumas dicas de alimentos que podem dar alergias, separadas por grau de desenvolvimento:

ALIMENTOS DE BAIXA ALERGENICIDADE:
Abóbora, abobrinha, alcachofra, almeirão, batata-doce, beterraba, brócolis, cará, cenoura cozida, chicória, chuchu, couve-de-bruxelas, couve-flor, espinafre, inhame, quiabo. rábano, ameixa brasileira (nêsperas) , banana cozida, carambola, damasco, figo, fruta-do-conde, fruta-pão, goiaba, jaca, maca cozida sem casca, mamão maduro, marmelo, melancia, tâmara, açúcar refinado, anis, araruta, coentro, erva-doce, erva-mate, fécula de batata, gelatina natural, gengibre, guaraná (fruto), louro, óleo de oliva, sacarina, sagu, salsa, tapioca, tremoço, carne de carneiro, carne de coelho, frango, exceto galinha, miúdos de frango e carneiro, peru.
ALIMENTOS DE MEDIA ALERGENICIDADE:
Acelga, agrião, aipo, alface, batata inglesa, berinjela, cenoura, couve, mandioca, palmito, pepino, pimentão, repolho, abacate, abricó, amora, caqui, framboesa, limão, maracujá, melão, pêssego, arroz, aveia, centeio, cevada, trigo sarraceno, grão-de-bico, lentilha, soja, amêndoa, azeitona, baunilha, café, cebolinha, cravo, gergelim, noz-moscada, óleo de girassol, óleo de milho, pinhão, carne de vaca e miúdos.
ALIMENTOS DE ALTA ALERGENICIDADE:
Abacaxi, banana, cereja, coco, laranja, maca (principalmente com a casca), morango, manga, uva, alho, avelã, amendoim, cana-de-açúcar e seus derivados (exceto o açúcar refinado), canela, castanha-do-pará, cebola, chocolate, cominho, corantes sintéticos (tartrazina, amaranth), ervilha, milho, noz, óleo de semente de algodão, tomate, trigo, camarão e crustáceos em geral, carne de porco, leite e seus derivados, moluscos (mariscos , ostras), ovo (principalmente a clara), peixe.
De modo geral, as frutas são a primeira novidade que o bebê vai experimentar, e entrarão no lugar de uma mamada ou outra, de preferência no começo ou meio da manhã e meio da tarde. Como o sistema digestivo do seu filho ainda é imaturo, não exagere na dose e comece com frutas mais suaves. Cada uma tem que ser dada separadamente primeiro (por ao menos três dias), para ter certeza de que não provocará reação. Em seguida, o próximo passo é preparar as papinhas para o bebê. Nas primeiras duas semanas a papa deve ser feita com dois tipo de legume e verduras. Depois que a criança já tiver experimentado vários tipos de legumes e folhas, você pode misturar até três tipos de cada grupo.

Receita da Primeira papinha que dei a Marcelo (para as primeiras duas semanas)

images (1)Ingredientes
– meia cenoura média
– meia batata média
– um pedaço pequeno de cebola, tomate e pimentão
– um pouco (quase nada) de salsa bem picadinha
– uma fio de azeite

Modo de fazer
Lave bem os legumes e as verduras. Em um papeiro, coloque todas os legumes, verduras e o fio de azeite, com água filtrada, o suficiente para cozinhar os ingredientes. Quando você ver que os legumes já estão ficando cozidos, adicione a salsa. Quando estiver pronto, amasse tudi com um garfo. Pronto, agora só precisa esperar esfriar e dar ao bebê.

IMAGENS: ARQUIVO GOOGLE

FONTE:

Um comentário em “A alimentação do bebê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s